ISAGS lança novo estudo sobre a interferência da indústria de alimentos nas políticas de rotulagem de alimentos processados

14/03/2019

A Área de Determinação Social da Saúde do Instituto Sul-Americano de Governo em Saúde anuncia um novo estudo: “Interferência da Indústria de Alimentos nas Políticas de Rotulagem Gráfica Inovadora de Alimentos Processados ​​na América do Sul“.

A transição nutricional para o consumo de produtos processados ​​industrialmente com alto teor de gorduras, sódio, açúcares e calorias é um dos elementos envolvidos na pandemia de obesidade do século XXI.

Na América do Sul, vários países adotaram recentemente iniciativas inovadoras de rotulagem de alimentos como parte de seus planos para fortalecer a alimentação saudável. A região tem sido líder mundial nessa seara. As experiências de Bolívia, Chile, Equador, Peru e Uruguai oferecem lições importantes para toda a região.

A equipe composta por Francisco Armada, Isabel Iturria Caamaño e Juan Bacigalupo aponta no relatório que “têm documentado várias estratégias de interferência da indústria, porque os interesses comerciais são contrários ao direito à saúde e ao desenvolvimento de políticas de alimentação e nutrição saudável”.

Para acessar o estudo completo, clique aqui (em espanhol).

 

Compartilhar