Pílulas

19/05/2018

Carina Vance é reeleita como Diretora Executiva do ISAGS

Após a reunião do Conselho de Saúde da América do Sul, realizada em 4 de abril, a diretora executiva do ISAGS, Carina Vance Mafla, foi unanimemente nomeada para um mandato adicional de dois anos à frente do Instituto. Em 26 de julho, uma cerimônia de posse será realizada para seu segundo mandato.

Estudo sobre envelhecimento saudável

O estudo “Desafios do envelhecimento da população para os sistemas de saúde na América do Sul: em direção ao envelhecimento saudável” foi lançado em abril. O documento, organizado por nossos especialistas em Sistemas e Serviços de Saúde, Felix Rigoli, e em Determinantes Sociais da Saúde, Francisco Armada, foi apresentado por ocasião da reunião do Conselho Consultivo do ISAGS em um evento transmitido ao vivo. Além disso, nossa coordenadora de comunicação e informação, Flávia Bueno, apresentou a pesquisa no I Simpósio Nacional de Saúde, Envelhecimento e Bem-Estar do Estado, realizado na Fiocruz / Brasil.

O estudo apresenta uma visão geral das políticas implementadas pelos países da UNASUL sobre o tema e busca analisar formas de medir possíveis impactos socioeconômicos do aumento da expectativa de vida da população na América do Sul. O documento também sugere mecanismos comuns e identifica lições aprendidas para servir de insumos para a construção de políticas de envelhecimento saudável.

Para acessar o estudo, clique AQUI.

ISAGS na CEPAL

Por ocasião do Fórum dos Países da América Latina e do Caribe sobre Desenvolvimento Sustentável, organizado pela CEPAL, em Santiago do Chile, o ISAGS organizou o evento Saúde como um eixo central para a realização dos ODS. A reunião incluiu apresentações de Laís Abramo, diretora da Divisão de Desenvolvimento Social da CEPAL, Gadelha Paulo, coordenador da Fiocruz Estratégia Agenda 2030 e Aluisio Barros, pesquisador da Universidade Federal de Pelotas, Brasil.

No evento, Felix Rigoli apresentou a Plataforma SurMAS (Plataforma de Monitoramento de Assimetrias de Saúde): uma plataforma de dados para monitoramento de assimetrias de saúde em países da América do Sul. O banco pretende fazer um corte da América do Sul em dados de diferentes fontes, disponibilizando gráficos, tabelas e mapas com as figuras dos países da UNASUL. Para acessar os dados, clique AQUI.

Compartilhar