Informe Anual 2014

31/12/2014

Com o objetivo de dar transparência às atividades desenvolvidas pelo ISAGS e conforme previsto em seu estatuto, o Instituto publica anualmente um informe que reúne as atividades realizadas em cumprimento ao seu Plano Operativo Anual (POA). Em abril deste ano, o Instituto lançou o Informe anual 2014.

Dividido em seis eixos temáticos e apresentado em espanhol e inglês, línguas oficiais de trabalho da UNASUL, o informe destaca pesquisas, projetos, reuniões e eventos que o Instituto realizou ou de que participou ao longo do ano.  No primeiro capítulo, dedicado ao apoio à formação, um dos principais destaques é o Curso Políticas Públicas Intersetoriais e Determinação Social da Saúde, o primeiro oferecido pelo ISAGS.

Realizado de novembro de 2014 a março de 2015, o curso foi resultado de um trabalho conjunto do Instituto com o Grupo Técnico de Promoção da Saúde e Ação sobre os Determinantes Sociais (GT-DSS). Também neste capítulo, são abordadas as conferências, oficinas e seminários desenvolvidos pelo ISAGS, conforme estabelecido no POA 2014.

A produção de conhecimento foi tema do segundo capítulo, no qual são apresentadas as iniciativas do Instituto referente aos estudos, pesquisas e publicações. O livro “Atenção Primária de Saúde na América do Sul”, que será lançado em maio, está inserido neste eixo, que também contempla o Mapeamento da capacidade produtiva e de políticas de medicamentos e o assessoramento técnico tanto para a VIII Reunião dos Conselho de Saúde Sul-Americano (CSS), quanto para a 67ª Sessão da Assembleia Mundial de Saúde.

Os avanços na área de comunicação, com ênfase para o aprimoramento das ferramentas obtido através da construção do novo portal do Instituto, compõem o capítulo 3. Outro tema abordado no capítulo são os resultados da pesquisa de comunicação, da qual participaram coordenadores das redes estruturantes e dos grupos técnicos do CSS.

A integração regional foi objeto do capítulo 4, que destacou o apoio do ISAGS para o desenvolvimento de atividades das redes, grupos técnicos e do próprio CSS e também o estreitamento das relações do Instituto com a Secretaria Geral.

No capítulo 5, o informe tratou da articulação com instituições congêneres, como a Organização Pan-Americana da Saúde e a Escritório das Nações Unidas para Cooperação Sul-Sul. Por fim, o capítulo que encerra a publicação é referente ao processo de institucionalização do ISAGS, e trata de temas como os avanços na aprovação do acordo de sede do Instituto e a realização da IV Reunião do Conselho Consultivo, que resultou em uma nova metodologia para a construção do POA.

 

 

Compartilhar