Saúde ao Sul - Fevereiro/2018

Notícias

30/08/2018

A vigilância em saúde no marco da integração regional e sua contribuição para a melhoria das condições de saúde da população sul americana

A região sul americana tem apresentado um padrão epidemiológico que mantém algumas semelhanças com outras regiões e, ao mesmo tempo, com particularidades marcadas pela permanência de desigualdades sociais e suas consequências na saúde da população. Entre as semelhanças se destacam as mudanças nos indicadores demográficos (diminuição da mortalidade infantil, aumento na expectativa de vida ao […]

20/07/2018

Universalizar os sistemas de saúde, integrar as pessoas numa sociedade solidária, integrar os países numa região de solidariedade: o desafio de uma vida melhor para todos

A América do Sul, apesar de ser uma região com amplas desigualdades, conseguiu sonhar em dar acesso a serviços de saúde para todos. Até duas décadas atrás, os problemas de saúde em nossa região eram uma desgraça que levava à pobreza entre 5 e 15% das famílias sul-americanas. É claro que nem todos foram igualmente […]

09/04/2018

Conectar ou não se conectar: eis a questão

A OMS vai classificar o vício em videogames como um transtorno mental na próxima edição da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID). A decisão despertou o interesse da opinião pública sobre o impacto das chamadas “doenças tecnológicas” na vida das pessoas e nos sistemas de saúde Não é necessário ser […]

09/04/2018

Saúde intercultural, uma proposta decolonial

Nas últimas décadas, surgiu uma nova vertente teórica na América do Sul. Acadêmicos de diversos países começaram a falar sobre um “paradigma outro”, ou um “conhecimento outro”: a decolonialidade, que significa o pensar desde o Sul, desde a nossa realidade como ex-colônias europeias e reconhecendo os efeitos de tal processo. Assim, A. Quijano, filósofo peruano, […]

06/04/2018

O papel da vacinação na melhoria dos indicadores de saúde

Uma das maiores conquistas na Saúde Pública mundial tem sido a redução da mortalidade infantil em menores de cinco anos. Nas Américas, por exemplo, foi alcançada uma redução para este indicador de 42,5 mortes/1.000 nascidos vivos (nv) para 14,7 mortes por 1.000nv, entre 1990 e 2016 (OMS, 2017). Nos países da América do Sul esta […]

06/04/2018

PrEP: Um novo passo no combate ao HIV/AIDS

O Brasil é o primeiro país na América Latina a incorporar a PrEP ao seu sistema de saúde e agora compartilha a experiência com o Peru e o México Se você perguntar a alguns dos seus amigos: “O que é a PrEP?”, certamente muitos não terão a menor ideia da resposta. Ainda que não seja […]